Fique Ligado nas Notícias!
Quem nunca sofreu vários ataques de fúria ao ter em sua playlist seja no PC ou no PenDrive do carro aquelas variações de volume das músicas?

Este pequeno problema tem solução!!!

Preparei um pequeno tutorial 3x1, para sanar este problema e de quebra aumentar o volume das músicas que estiverem muito baixas em relação as outras.

REQUISITOS:
  • Software de edição de som Audacity instalado na máquina;
  • Encouder LAME (Versão 3.99) para exportação em MP3 instalado;
  • Um pouco de paciência, pois dependendo do PC pode demorar alguns minutos.
OBS.: A versão do LAME tem que ser a 3.99, versões mais novas tendem a serem instáveis e/ou não funcionarem corretamente no Audacity em computadores com S.O's. mais antigos.


1- Primeiramente vamos carregar no Audacity o arquivo que queremos normalizar.

Menu Arquivo, Abrir


Selecionar o Arquivo
 2 - Agora iremos Selecionar todo o arquivo para podermos aplicar as devidas correções
Podemos utilizar o atalho no teclado pressionando as teclar CTRL+A
3 - Depois de selecionado o arquivo vamos criar um parâmetro no Arquivos de Lote para que possamos ter o recurso de Normalizar pronto para usar sempre que quisermos.

Criação do Arquivo de Lote
4 - Nesta tela iremos clicar no canto inferior esquerdo em Adicionar em seguida daremos o nome de Normalizar para o nosso bloco de Parâmetros.


Criando Arquivo de Lote para execução dos Parâmetros personalizados
 5 - Criado o lote Normalizar, agora iremos inserir os parâmetros para que o Audacity execute os recursos de Normalizar, Amplificar e Exportar.
Inserindo Parâmetros
 6 - Procure na lista a opção Amplify e informe 0 (ZERO) em ambos os campos como mostra a figura abaixo, clicando em Editar Parâmetros.
Amplificar
 7 - Seguindo o mesmo procedimento acima iremos procurar pela opção Normalizer e faremos o mesmo procedimento anterior, porém, marcando todas as opções conforme a figura abaixo.
Normalizar
 8 - Nesta próxima etapa iremos inserir o parâmetro para exportar o arquivo a ser normalizado em MP3. 
Salvar arquivo em MP3
 9 - IMPORTANTE! - Agora devemos organizar as opções para que fiquem da figura abaixo clicando sobre a opção e escolhendo em Mover para Cima ou Baixo para ficarem nesta ordem: Amplify, Normalizer, ExportMP3.
Colocando em ordem os procedimentos
 10 - Agora é só escolher Arquivo, Aplicar Arquivo de Lote e escolhermos o Parâmetro personalizado que criamos (Normalizar).
Aplicando o nosso Arquivo de Lote para que a Música receba os parâmetros para ficar Normalizado o Volume.

Aplicando ao arquivo aberto que Selecionamos
11 - Feito o Procedimento, aparecerá varias telas aplicando os devidos parâmetros e em seguida o Audacity criará uma pasta chamada cleaned com o novo arquivo modificado e pronto para usar.

Pasta criada dentro da pasta onde selecionamos o arquivo original.

Agora sim o arquivo está pronto para ouvirmos sem a variação de volume.

DICA: Se quiser fazer em mais de um aquivo, na imagem anterior em vez de escolher a opção Aplicar ao Projeto Atual, selecione Aplicar aos Arquivos... e selecione todas as musicas que desejar Normalizar.


PARTE 2


Seguindo o post anterior sobre Normas Técnicas para TCC agora vou apresentar a medida das margens:

Margens dentro das normas ABNT

A Associação sugere a seguinte formatação:

Para Margem superior: 3,0cm
Para Margem direita: 2,0cm
Para Margem inferior: 2,0cm
Para Margem esquerda: 3,0cm

Se o trabalho é impresso frente e verso, há algumas alterações.
Neste caso:

Margens no anverso (parte frontal da folha)
À esquerda e superior: 3,0cm
À direita e inferior: 2,0cm

Margens no verso (parte de trás da folha)
À esquerda e inferior: 2,0cm
À direita e superior: 3,0cm


Lembrete:


O anverso e verso só são permitidos nos Elementos Textuais e nos Pós-textuais. Isto quer dizer que você só poderá utilizar este recurso da Introdução em diante.

Veja o modelo de exemplo:



Além disso, fique atento também ao espaçamento. No texto normal você deve deixar um espaço entre linhas de 1,5 cm. Para as citações longas há uma formatação especial. Elas são escritas fazendo-se um deslocamento de 4cm e com espaço simples entre linhas. Outro quesito importante é o alinhamento do texto. Deve ser todo justificado.




IMPORTANTE: 

Mesmo tendo um trabalho bem escrito e com bom conteúdo, estando fora dos padrões da 
ABNT pode perder ponto ou até mesmo ser reprovado pela banca. (Fica a Dica)


Exemplos:

Para quem optar por escrever seu trabalho na suíte de escritório livre, nosso amigo LibreOffice, preparei modelos de Capa e Estrutura do Trabalho com Sumário pronto para uso. Basta escrever dentro dos respectivos títulos e clica com o botão direito do mouse sobre o sumário e em atualizar índice para que o sumário esteja totalmente pronto com o nome dos títulos e subtítulos todos identificados com suas respectivas páginas automaticamente.

Modelo de Capa
Modelo de Estrutura

Usuários de Microsoft Office, podem baixar o exemplo aqui.

LEMBRETE: É interessante manter a Capa separada do trabalho geral, pois na hora de colocar a numeração de páginas em seu trabalho, se estiver com a capa junto terá grandes dores de cabeça para solucionar este inconveniente.
A capa, folha de rosto não recebem numeração, então é melhor telas em arquivo separado.



TCC? Monografía? Estes nomes são responsáveis por tirar o sono de muitos acadêmicos. Para ajudar aos que estão em fase conclusiva da universidade e cursos superiores, resolvi fazer um breve resumão de como fundamentar seu Trabalho de Conclusão de Cursos dentro das normas da ABNT.

Dividi o post em duas partes. Na primeira parte (este post) contará a parte estrutural com suas partes separadas bem explicadas de como fazer a montagem das partes que compõe o corpo principal do trabalho escrito.

Na segunda parte irei mostrar as questões de medidas de margens da folha e um breve exemplo feito no LiberOffice. Então chega de conversa e vamos lá!



Parte 1




Divisões do Trabalho segundo as Regras ABNT






Em toda obra organizada conforme as normas da ABNT, constam os itens abaixo descritos. Alguns são obrigatórios, enquanto outros são opcionais. Observe cada um deles. Leia sua descrição e organize com excelência seu projeto.

PARTE 1 – Elementos Pré-textuais (Início do Trabalho)




Capa – (Elemento obrigatório) Na Capa deve constar: O nome da Instituição, Curso, Autor, Título, Cidade e Ano.
Lombada- Esta é opcional. É utilizada nos casos de trabalhos encadernados.
Folha de rosto– (Obrigatório). Na folha de rosto devem constar os itens abaixo:
Nome do autor, Título do Trabalho, Cidade, Ano, Breve descrição do trabalho, onde deve estar incluído o objetivo e o nome do Orientador.
Errata – Só haverá necessidade se for preciso algum tipo de correção.
Folha de Aprovação- (Obrigatório) Nesta folha é lançada posteriormente o resultado. Nela constam os nomes do orientador e dos examinadores.
Dedicatória – É um espaço reservado à dedicatórias. O autor do projeto deve dedicar seu trabalho.
Agradecimentos- Espaço para agradecer aos que o impulsionaram a chegar ao final do curso.
Epígrafe- É opcional nas Normas ABNT. Neste espaço o autor faz uma citação, apresentando os embasamentos feitos para seus estudos.
Resumo – Um único parágrafo de 150 à 500 palavras. Ao final devem estar escritas as palavras-chave.
Resumo em Língua Estrangeira- Abstract – Trata-se do mesmo resumo transcrito e traduzido para o inglês.


Caso haja ilustrações, tabelas, abreviaturas e símbolos, estes devem estar devidamente listados nesta sequência: Lista de Ilustrações, Lista de tabelas, Lista de abreviaturas, Lista de Símbolos, Sumário.


PARTE 2 – Elementos textuais




Texto- O texto deve ser dividido em 3 partes, a saber:


Introdução – Trata-se de um texto introdutório, onde são citados os assuntos, a justificativa e o objetivo.


Desenvolvimento – É a parte do trabalho onde a ideia é exposta e desenvolvida. Aqui você deve tratar do assunto, detalhando. É a principal parte do projeto.


Conclusão – Esta parte é a finalização de todo o estudo. Aqui o tema tratado é concluído e os resultados são apresentados.


Mais abaixo entraremos em mais detalhes sobre cada um destes pontos dos elementos textuais das normas ABNT:


PARTE 3 – Elementos Pós-textuais






Devem constar após o texto:
Referências – Item obrigatório em qualquer obra acadêmica. Lista numerada em ordem alfabética, onde encontram-se os títulos consultados para a criação da monografia.
Anexo – É opcional. Documentos agregados à obra para fins de comprovação de dados ou ilustração.
Glossário – É um item opcional. Trata-se de uma listagem que contém as palavras desconhecidas ou de sentido obscuro, com seus significados.
Apêndice – É opcional nas Normas ABNT – São documentos agregados à obra para fins de apoio à argumentação. Nesta parte são incluídos os questionários, entrevistas, tabulação de dados, etc.

Formatação ABNT


A formatação exigida pelas Normas ABNT são:
Papel: A4 – cor branca
Fonte: Times New Roman ou Arial- tamanho 12 – cor: preta. Nas citações com mais de 3 linhas, notas de rodapé, legendas e tabelas a fonte deve ter o tamanho 10.
Itálico: Deve ser usado nas palavras de outros idiomas. Esta orientação não se aplica às expressões latinas apud e et al.
Margens: Direita e inferior: 2cm / Esquerda e superior: 3cm
Parágrafos / Espaçamento: 1,5 entre linhas;


As referências devem ser separadas umas das outras com espaçamento duplo.
Alinhamento do texto


O texto do trabalho deve estar justificado para que fique alinhado às margens esquerda e direita. Esta formatação revela uma aparência mais organizada e o escrito fica melhor distribuído.


As Normas da ABNT possibilitam a realização de um trabalho organizado e bem desenvolvido. Além da aparência padrão, é documento de entendimento universal. E agora que você já tem aqui disponível uma orientação fácil de seguir, é só começar.

Elementos textuais: Introdução, Desenvolvimento, Conclusão






Qualquer projeto acadêmico regulado pelas normas ABNT conta com itens Pré-textuais, Textuais e Pós-textuais. Esta divisão proposta pela Associação favorece a organização dos escritos científicos e garante o bom entendimento dos conceitos apresentados.


No entanto, vale observar a essencialidade dos elementos textuais. São eles que dão vida às concepções e hipóteses defendidas no trabalho. Trazem à luz novos conceitos pautados em antigos e reconhecidos saberes. Cada uma das partes possui sua atribuição.

INTRODUÇÃO DO TEXTO






É a seção que abre a produção acadêmica. Serve para Introduzir o tema, levar a público os objetivos e a justificativa. É ela que vai apresentar a todos o seu trabalho, por isto precisa ser escrita com clareza e objetividade.


Ao ler a introdução o interlocutor deve compreender de que trata o projeto, como foi desenvolvida a pesquisa e que objetivos são pretendidos. Complicado, não? Podemos explicar melhor. Para simplificar podemos dizer que para escrever a introdução você pode orientar-se pelos seguintes tópicos.

Passo a Passo da Introdução nas Normas ABNT



1º- Exponha uma apresentação contextualizada de seu tema. Significa que aquilo que você pretende deve ser apresentado ao leitor através de um pequeno texto, claro e coeso. Você precisa fazer com que o leitor perceba que ideia seu trabalho defende.


2º – Em segundo lugar delimite o assunto. Ou seja, o ponto a ser tratado precisa ser delimitado. Um assunto muito amplo impossibilitará a investigação e a pesquisa.


3º – Agora você terá que fazer uma justificativa. Fica fácil se usar as perguntas:
“Por que escolhi este tema?
E para que estou levantando estas ideias?
O que me levou a trabalhar este assunto?
Aqui você deverá convencer sobre a importância de seu assunto.


4°- Informe qual é o problema de sua pesquisa. Qual a questão que será respondida na conclusão do trabalho.


5º– Informe seus Objetivos:


Geral – É o problema que você quer resolver associado a um verbo (avaliar, investigar, analisar, identificar, etc.)


Os objetivos específicos – são constituídos pelas etapas que levarão a alcançar o objetivo geral.

DESENVOLVIMENTO DO TEXTO






Quando chegam a esta parte, muitos põem a mão na cabeça e desesperam-se. Mas, não precisa ser assim. Tudo se torna mais fácil quando você já definiu seus objetivos específicos. Você pode usá-los como roteiro para escrever o desenvolvimento. Desta forma cada capítulo pode ser referente a um desses objetivos já traçados e que serão pesquisados.


Outra boa maneira para fazer um desenvolvimento com qualidade é criar seções ou roteiros. Para isto, reflita sobre a questão apresentada em seu projeto e a partir daí crie um roteiro com diversos tópicos ou questões a serem investigadas e respondidas. Crie seus capítulos a partir daí.


Nesta parte se dará o desenvolvimento de suas ideias. Conforme já explicado em Normas ABNT – Parte I, você deve separar em capítulos. Cada capítulo deve ser devidamente numerado. Assim separado, o texto será melhor visualizado e bem entendido.

CONCLUSÃO DO TEXTO






Este item dos elementos textuais é de máxima importância. Faz o fechamento, respondendo às questões e concluindo as ideias. Esta etapa sintetiza todo o conteúdo pesquisado e fornece uma resposta para a questão apresentada. Pode também levantar hipóteses e refletir sobre cada objetivo proposto.


A formatação segundo as normas ABNT para a conclusão é manter o texto tamanho 12, fonte Arial ou Times New Roman. Espaçamento: Recuo de 1,25 cm nas primeiras linhas dos parágrafos. Entre linhas: 1,5 cm. Alinhamento: justificado.


A conclusão precisa ser feita com atenção, pois apresentará o resumo de tudo o que foi feito. Aqui podem ser inseridos argumentos que mostrem quais objetivos foram atingidos. Aparecerão aqui os resultados obtidos.


SEGUNDA PARTE
Conforme combinado no início do post, a segunda parte você confere aqui.

Uma das magníficas coisas que a web moderna nos proporciona são as ferramentas onlines, e nada como poder abrir aquele arquivo (chato que da dor de cabeça)  que não temos o programa adequado para abrir instalado no PC.

Pensando nos amigos que precisam abrir o famoso formato do CAD, vos escrevo para postar algumas ferramentas para ajudar a visualizar esse tipo de arquivo. Geralmente os programas CAD utilizam uma extensão apropriada do programa onde foram feitos os projetos para nomear os arquivos, porém as principais extensões utilizadas são: DWG, DWF e IPT.

Começamos a lista com uma  aplicação da própria AutoDesk (desenvolvedora do AutoCAD).


01


 A360 Viewer


Em Segundo lugar temos uma ferramenta simples que abrirá qualquer DWG. Cumpre o que promete, por ter interface simples, muitas vezes tem muito mais eficiência em visualizar arquivos deste tipo que os demais visualizadores.

02

Sharecad


A terceira opção não é online como os antecessores mas promete abrir arquivos CAD para visualização sem complicações.

03

eDrawings



 Olá amigos, recentemente aproveitando uma das grandiosas promoções da Steam adquiri o software de gravação digital multi pista da aclamada Roland. Estou falando de nada mais nada menos que o saudoso Cakewalk SONAR.

A versão que comprei chama-se Home Studio e propõe uma experiência bacana para usuários novos e/ou intermediários em produção musical.

Infelizmente minha alegria acabou quando ao tentar instalar o software me deparei com uma série de problemas. Primeiramente ele não instalava, corrigi este problema executando o cliente Steam como administrador. Segundo, o instalador travava em um determinado momento em um dos passos da instalação, ficava dando looping contínuo e nada de iniciar meu Sonar.

SOLUÇÃO:

Baixei todas atualizações do Windows 10, logo em seguida iniciei meu cliente steam clicando com o botão direito em cima e executando como administrador.

Executando o cliente Steam como Administrador

Em seguida abri o software na aba Biblioteca e em Softwares.

Iniciar o SONAR

Quando o SONAR estava carregando apareceu uma tela com a seguinte mensagem: "o Steam Client deseja alterar configurações em seu computador, Permitir sim ou não"

Clique em NÃO pois o software já está lá baixado tudo certo com suas devidas dlls não precisamos alterar nada.

Feito isso. YEAAAAAAAHH YEAAAHHHH YEAAAAHHH!!! O Sonar carregou e até que enfim consegui usá-lo!

Ele pediu um cadastro com email e país. o Email deve ser o mesmo de sua conta na Steam.

Feito isso fui em Ajuda, Sobre e conferi se estava tudo certo.

Se funcionar tudo corretamente a telinha de sobre deve conter o build da instalação no canto inferior esquerdo e o serial do produto a direita mostrando que o software foi ativado com sucesso.









O PDF é um dos arquivos mais utilizados hoje em dia seja para armazenar linhas e linhas de trabalhos acadêmicos, boletos bancários, comprovantes ou até mesmo imagens e quadrinhos.

Hoje irei apresentar uma das ferramentas mais completas disponível de forma online para editar, converter, alterar e modificar arquivos PDF.

Trata-se do Smallpdf.