Fique Ligado nas Notícias!

Pinta 0.8

Caros amigos venho anunciar a nova versão deste pequeno porém excelente editor de imagens para, Linux, Mac e Windows. O Aplicativo baseia-se no Paint.NET tanto na interface quanto nas ferramentas. Fiz vários posts sobre o Pinta, entretanto este em especial dedico ao pessoal que gosta de instalar na "unha" seus pacotes.
Esta como outras versões posteriores a 0.5 temos que instala-la compilando diretamente no terminal (versão Linux).

OBS.: o comando apt-get refere-se a distribuições baseadas em Debian, sejam elas Linux Mint e/ou Ubuntu e é claro o próprio Debian.

Para esta tarefa começaremos baixando o Trallbal aqui.
Salve o arquivo de preferencia na pasta do seu usuário. (ex.: /home/seu nome)
Feito este procedimento iremos instalar as pendências antes de compilá-lo.

Precisaremos dos seguintes pacotes para podermos dar início a compilação do pinta: mono-complete, gtk-sharp2.

Para instala-los bastará um simples comando: sudo apt-get install mono-complete gtk-sharp2


Após o término de instalação das pendencias iremos descompactar o pinta na pasta de usuário com o comando: sudo tar -xvf pinta-0.8.tar.gz


Dica de Ouro: Para quem nunca usou terminal até o momento e/ou não costuma usá-lo com frequência fica uma dica interessante que facilitará o trabalho em digitar nomes. Para completar o nome do pacote digite o inicial e tecle a tecla TAB. Exemplo: sudo tar -xvf pinta(tecle tab aqui) e terá o nome o pacote completado automaticamente.


O descompactador criará a pasta pinta-0.8 então, deveremos entrar na pasta para prosseguir com a instalação. Comando cd pinta(digite tab como a dica anterior) e tecle Enter.


digite o comando make


Após terminar todo o procedimento digite: sudo make install
Terminado este procedimento confira o Pinta instalado na categoria Gráficos.

Desfrutem do programa!

Postar um comentário