Fique Ligado nas Notícias!

Stoq 0.9.15!

Saiu a nova versão do Stoq, Software Livre de Automação Comercial. Nesta versão encontraremos:

  • Implementação de mecanismo para alerta de novas versões. Assim os usuários receberão um aviso do próprio Stoq de que existe uma nova versão disponível.
     
  • Criação de um wizard para atualização do schema da base de dados do stoq, auxiliando os usuários com pouca experiência na utilização do terminal.
     
  • Criação de aviso aos usuários que estão utilizando o Stoq com uma base de exemplos. Neste aviso existe a opção de apagar essa base e criar uma nova, já com os dados corretos da empresa usuária do Stoq. Este passo contribui aos usuários que não possuem conhecimentos no uso do terminal e do PostgreSQL.
     
  • Adição do Código de Regime Tributário (CRT) para indicação de empresa enquadrada no Simples Nacional ou Regime Normal. Com este recurso, foi possível separar o código de situação para as operações: empresas enquadradas no Regime Normal utilizam o o Código de Situação Tributária (CST) e empresas enquadradas no Simples Nacional utilizam o Código de Situação da Operação no Simples Nacional (CSOSN).
     
  • Alteração no processo de geração de pagamentos, retirando o botão "atualizar parcelas", realizando melhorias na interface e tornando o processo mais amigável e seguro aos usuários.

  • Criação de novo relatório para pesquisa de vendas por filiais, onde é possível listar todos os produtos vendidos em uma determinada filial, como também de todas as filiais com a separação de seus sub-totais.
     
  • Adição de suporte para código de barras no padrão EAN-13, impressos por balanças eletrônicas.
     
  • Implementação de taxas por operações nas vendas com cartões de crédito. Assim é possível definir taxas diferenciadas para cada um dos tipo de venda: crédito, débito, crédito parcelado administradora, crédito parcelado lojista. Foi adicionada também uma pesquisa de vendas por cartão em relação aos fornecedores de crédito ou administradoras.

Fonte: noticiaslinux
Postar um comentário