Fique Ligado nas Notícias!

Artigo: Tempo de Mudança

Marcos R. Zin
Toda mudança gera um certo desespero nas pessoas, seja mudar de moradia, escola, enfim qual for. Pois as pessoas temem deixar de lado o que já têm um vínculo e mudar para algo que desconhecem. O mesmo acontece quando se deixa de usar um programa de computador e passa a usar outro, mesmo que ele proporcione as mesmas utilidades do programa antigo gera-se um pequeno medo de não saber fazer tudo que fazia antes neste novo programa.
Linux é ruim aquela tela preta mto difícil de mexer
Estive em contato com um amigo meu que nunca usou linux na vida, tinha uma ideia equivocada como a maioria das pessoas têm a respeito do sistema, achando que é difícil ruim de usar etc. Vendo esse “mito” popular resolvi mostrar o meu desktop para que ele tirasse suas próprias conclusões sobre o linux.

Uso no meu notebook a distribuição LinuxMint 8 Helena com ambiente gráfico Gnome, botando o sistema rodar percebi um espanto em relação ao meu amigo. Ouvi comentários do tipo: “Nossa que rápido pra iniciar!” “Meu Deus! Show de bola esse efeito de minimizar a tela”. Logo em seguida veio um sorrisão estampado na cara e uma pergunta que eu sinceramente duvidei em ter ouvido: “Quero instalar linux no meu notebook”. Imediatamente não acreditei pois o pessoal sempre tem medo de mudar passar a usar linux sem ter conhecido o sistema, porém fiquei muito feliz em ter participado da quebra deste paradígma onde o linux sempre é visto como vilão da história.

Como era tempo de lançamento de distribuição, instalei o LinuxMint 9 Isadora, expliquei como usar o sistema dentro das necessidades do meu amigo. Entretanto ensinei também como instalar e desinstalar programas via terminal e novamente para minha surpresa ouço a frase: “Nossa cara muito mais fácil instalar via terminal as coisas do que no windows! O linux faz tudo, impressionante!”

Recentemente fiz uma entrevista com este meu amigo para ver como ele estava se saindo com o novo sistema operacional a qual pode ser conferida aqui.

Concluo que a migração não seja um bicho de sete cabeças como as pessoas pensam ser, és mais questão de informação e ir em busca de procurar ter opinião própria e formada sobre as coisas, ao invés de falar mal daquilo que desconhece. Coloco-me à disposição para ajudar às pessoas que desejam conhecer o linux dentro do meu conhecimento.
Postar um comentário